#2019MelhorAno – Retrospectiva CBTM – Atletas da base brilharam intensamente no exterior

28/12/2019 16:02

Título inédito na Europa, conquistas importantes nas Américas e trabalho intenso de detecção de novos craques marcaram 2019

FOTO: Equipe brasileira brilhou nas categorias Sub-11 e Sub-13.

 

Rio de Janeiro (RJ), 28 de dezembro de 2019.

Por: Assessoria de Imprensa – CBTM

O segundo capítulo da retrospectiva da CBTM de 2019 é reservado inteiramente para as categorias de base. Afinal, o ano foi repleto de momentos importantes dos nossos garotos e garotas em competições internacionais, tanto nas Américas quanto na Europa.

Os meses de setembro e outubro foram marcantes neste sentido. Em um período emblemático, Giulia Takahashi, Laura Watanabe, Guilherme Teodoro, Joon Shim, Kenzo Carmo e Eduardo Tomoike trouxeram inúmeras medalhas de eventos do Circuito Mundial Júnior, no Leste Europeu.

No dia 27 de setembro, por exemplo, Giulia e Laura conquistaram, pela primeira vez na história, um título de equipes no Circuito Mundial Júnior em continente europeu, ao baterem as alemãs na decisão infantil do Aberto da Sérvia. Russas, sul-coreanas, taiwanesas e outras adversárias importantes também foram batidas pela dupla nos Abertos realizados neste período.

Giulia e Laura são duas atletas que fazem parte de um planejamento estabelecido em conjunto com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), visando ao futuro do tênis de mesa do país. Juntas, no início de abril, conquistaram a prata no torneio de duplas do Sul-Americano Adulto. Laura fez parte do time que garantiu a vaga do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Giulia trouxe a terceira medalha de sua carreira no Desafio Mundial de Cadetes. O futuro parece muito próximo.

O Desafio de Cadetes desta temporada teve a presença de dois brasileiros, com Joon Shim participando também do torneio que reunia a nata da categoria infantil em todo o mundo. No Hopes Latino, mais um grande resultado: Felipe Lara foi o grande campeão no masculino, com Julia Hatakeyama ficando em terceiro entre as meninas. Em 2020, Lara está garantido no Hopes Mundial.

Se os últimos anos foram de grande domínio dos brasileiros nas Américas, os próximos mostram um panorama promissor. No Latino-Americano Sub-11 e Sub-13, foram 16 medalhas, com o Brasil garantindo a liderança geral do torneio disputado em Porto Rico. Promessa de títulos por, pelo menos, mais meia década.

Para continuar avançando, a CBTM investiu intensamente no Diamantes do Futuro e Detecção Nacional de Talentos. Nesta temporada, foi consolidado o modelo de realização dos trabalhos em conjunto entre olímpicos e paralímpicos, com consultores internacionais e participação das comissões técnicas das duas Seleções. Tudo para perpetuar a presença do Brasil entre as grandes potências mundiais.

AMANHÃ – Brasil entre os maiores no tênis de mesa olímpico

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa